Prisão de ator é ‘retorno a 100 anos atrás’, diz professora da USP. 0

‘Daqui a pouco vamos ver espetáculos na clandestinidade’, afirma Maria Cristina Castilho. Para Adriano Diogo, polícia tem hoje papel de censurar e julgar. Extraído do Carta Maior.

Ler Artigo

O “coxinha” de R$ 36 milhões de dinheiro público. Por Jorge Nogueira Rebolla. 0

Cláudio Botelho encena uma indignação safada e vagabunda. Nas rubricas de detalhamento de utilização das verbas, incentivadas pela Lei Rouanet, vemos valores destinados aos diretores artísticos e musicais que em geral são os dois sócios, Cláudio e Charles. Isto de acordo com a Ficha Técnica dos espetáculos. Não é invenção minha. Está lá! Transfusão direta de recursos públicos para os bolsos dos dois. Então o cara da plateia tem todo o direito de peitar o ator que encena, afinal quem recebe pagamento do Estado deveria servir ao público e não desvirtuar em cena o show para politicagem rasteira. Extraído do Tijolaço.

Ler Artigo

Augusto Boal e o Teatro do Oprimido: “Vários outros mundos são possíveis”. 0

O Teatro do Oprimido alia teatro e ação social, prepara o ator com esse viés e busca permanentemente a transformação da realidade através do diálogo. Através do acervo de sua família, se pode acompanhar todo um período da história do Brasil e da América Latina. Extraído do Carta Maior.

Ler Artigo

Saudades do Brasil. 0

Recentemente, Ruy Castro lembrou de Carlos Galhardo. Parte da minha memória auditiva na meninice, ele está completamente esquecido. Extraído do Carta Maior.

Ler Artigo

Quebrar porta de teatro é “manifestação”? 0

ao não pesarem as CONSEQUÊNCIAS de seus atos estes grupos black-blocs (ou seja lá como se chamam) se perdem completamente e cometem o erro fatal de instaurar um campo de violência indiscriminada…
Extraído do Conversa Afiada.

Ler Artigo